Acesso ao principal conteúdo
Itália

Terramoto na Itália faz mais de cem vítimas mortais

Um homem tirado vivo dos escombros em Amatrice.
Um homem tirado vivo dos escombros em Amatrice. REUTERS/Remo Casilli

A terra tremeu ontem a noite no centro da Itália, a 160 quilómetros de Roma. Além de muitos danos materiais, as autoridades italianas já contabilizaram 120 mortos.

Publicidade

O sismo que abalou ontem a noite o centro da Itália foi qualificado de "severo" pelas autoridades italianas.

O terramoto de 6,2 de magnitude na escala de Richter, provocou inúmeros estragos no centro do país, nas regiões da Umbria, da Marca e do Lácio.

As localidades mais destruídas foram os municípios de Norcia, na província de Perugia, Amatrice e Accumoli, na província de Rieti e Arquata del Tronto, na região de Marcas.

A proteção civil italiana admite pelo menos 120 mortos e muita gente poderá ainda estar soterrada.

O epicentro foi localizado a 160 quilómetros de Roma, perto da localidade de Norcia, a 10 quilómetros de profundidade.

As réplicas, mais de setenta, segundo o instituto sísmico italiano, foram sentidas em Roma onde vários prédios tremeram durante mais de 20 segundos.

A Itália é um dos países europeus com actividade sísmica mais forte. Em 2009, em Aquila, 309 pessoas morreram num sismo com 6,3 de magnitude.

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.