Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos / Violência

Estado de emergência em Charlotte

Nova noite de confrontos na cidade de Charlotte
Nova noite de confrontos na cidade de Charlotte REUTERS/Adam Rhew/Charlotte Magazine

Foi declarado o estado de emergência em Charlotte, na Carolina do Norte. Esta foi a segunda noite de confrontos após a polícia ter morto um afro-americano em condições ainda por esclarecer.

Publicidade

Esta foi a segunda noite de distúrbios na cidade de Charlotte por causa da morte de Keith Lamont Scott, de 43 anos, pela polícia. Segundo as autoridades, este afro-americano estava armado, mas não é claro se teria apontado a arma aos agentes de autoridade.

No seguimento dos confrontos, o Governador do estado norte-americano da Carolina do Norte, Pat McCrory, declarou o estado de emergência e prometeu esforços “para destacar a Guarda Nacional e a Patrulha de Auto-estradas para assistir a polícia local".

Esta noite, um manifestante foi atingido por uma bala e ficou gravemente ferido. A polícia diz ter-se tratado de um disparo de um civil, pois garante não ter aberto fogo. Além deste manifestante, outros dois e sete polícias sofreram ferimentos e tiveram de ser assistidos pelos serviços médicos.

Lojas, casas, carros e mobiliário urbano ficaram danificados nos confrontos. Todavia, as autoridades não avançaram o número de detidos.

De acordo com o jornal Washington Post, este ano, a polícia norte-americana já matou 706 pessoas, incluindo 173 afro-americanos.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.