Acesso ao principal conteúdo

União Europeia interroga-se sobre politica externa de Donald Trump

Bandeira União Europeia
Bandeira União Europeia REUTERS/Francois Lenoir

 A vitória de Donald Trump e as relações futuras entre a União Europeia e os Estados Unidos dominam as atenções em Bruxelas.

Publicidade

Ontem (13/11) no jantar informal dos ministros dos Negócios Estrangeiros e esta segunda-feira no inicio da reunião, os chefes da diplomacia europeia mostraram-se unânimes: é necessário reforçar as relações da Europa com Washington.

O ministro português dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ressalvou a importância dos Estados Unidos como aliado, reconhecendo no entanto que há preocupação em relação a alguns dossiês como "a aplicação do Acordo de Paris sobre alterações climáticas...a implementação dos objectivos de desenvolvimento sustentável, a chamada Agenda 2030...as negociações que estão em curso relativamente ao tratado de comércio livre e investimento e no quadro da NATO, há também muito trabalho a fazer".

Os estados-membros da União Europeia pretendem manter a forte parceria com Washington e reforçar os laços.

A Alta Representante para as Relações Externas, Federica Mogherini, reiterou também que é necessário manter a unidade entre os europeus face aos desafios futuros e defender o sistema multilateral nas relações internacionais.

Os 28 pretendem começar a preparar os próximos meses com a futura administração norte americana e querem convidar o próximo Secretário de Estado, para em reunião com os chefes da diplomacia europeia, definirem o rumo das relações entre a Europa e os Estados Unidos.
 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.