Acesso ao principal conteúdo
Trquia

Duplo atentado em Istambul faz 38 mortos

Funerais de dois dos polícias mortos no duplo atentado de Istambul de 10 de dezembro que fez 38 mortos
Funerais de dois dos polícias mortos no duplo atentado de Istambul de 10 de dezembro que fez 38 mortos DR

Mais um duplo atentado no coração de Istambul, fez, este sábado à noite, 38 mortos e cerca de 115 mortos, atentado ainda não reivindicado, mas que traz a marca dos rebeldes separatistas curdos, segundo Ancara.

Publicidade

Decretado luto nacional, este domingo, 11 de dezembro, na Turquia, após o duplo atentado este sábado à noite, em Istambul, que fez pelo menos 38 mortos, na sua maioria polícias, mas há também 7 civis mortos, para além de 115 feridos. Um duplo atentado com sêlo dos rebeldes curdos, segundo Ancara.

As duas explosões, uma com carro armadilhado e outra por um homem-bomba, ocorreram esta noite, com menos de um minuto de intervalo perto do estádio de futebol da equipa de Besiktas, nas margens do Bósforo, não muito longe do gabinete do primeiro-ministro turco.

O duplo atentado já foi reivindicado, por um grupo radical próximo do Partido dos trabalhadores do Curdistão, partido que já tinha sido acusado pelas autoridades turcas.

O presidente turco, Erdogan, adiou uma visita ao Cazaquistão e declarou que a "Turquia tudo fará para combater o terrorismo".

Desde o início deste ano, mais de 100 foram assassinadas em Istambul em atentados ligados à rebelião curda ou atribuídos aos jiadistas do estado islâmico, que atacaram igualmente outras cidades turcas prejudicando o sector do turismo.

As autoridades turcas prenderam 13 pessoas para interrogatório no quadro de um inquérito imediatamente aberto após o duplo atentado de Istambul, na Turquia. 

O duplo atentado já foi condenado nas principais capitais mundiais que renovam o combate ao terrorismo.

 

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.