Acesso ao principal conteúdo
Síria

Putin regozija-se com reconquista de Alepo

Presidente russo, Vladimir Putin
Presidente russo, Vladimir Putin REUTERS/Franck Robichon/Pool

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou nesta sexta-feira que a reconquista total da cidade de Alepo pelo exército sírio é um "passo muito importante" para o fim do conflito na Síria. O exército sírio declarou ter retomado o controlo da cidade de Alepo após a evacuação do último grupo de civis e rebeldes.

Publicidade

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou nesta sexta-feira que a reconquista total da cidade de Alepo pelo exército sírio é um "passo muito importante" para o fim do conflito na Síria.

"A libertação de Alepo dos elementos radicais é uma etapa muito importante para a normalização completa (da situação) na Síria e, espero, no conjunto da região", declarou Putin, citado pelas agências russas, em reunião com o ministro da Defesa do país, Serguei Shoigu.

A cidade de Alepo, no norte da Síria, que estava sob domínio de terroristas desde 2012, foi totalmente libertada pelo Exército Sírio na noite desta quinta-feira (22).

O exército sírio declarou ter retomado o controlo da cidade de Alepo após a evacuação do último grupo de civis e rebeldes.

Trata-se de um vitória crucial para Assad e a Rússia, numa guerra de cinco anos e meio consecutivos que já provocou dezenas de milhares de mortos e milhões de refugiados e deslocados, perante acusações da ONU de “atrocidades” cometidas pelo regime nos últimos enclaves do leste de Alepo controlados pelos rebeldes.
Assad afirma que a vitória na metrópole do Norte da Síria é tanto sua como da Rússia e do Irão.

Antes de ser epicentro da rebelião da guerra civil síria, Alepo era cidade estratégica e verdadeira potência comercial. Uma das mais velhas cidades do mundo que passou de próspera a mártir.

Diversos vídeos foram partilhados na internet mostrando cidadãos de Alepo comemorando nas ruas com bandeiras do país e retratos do presidente Bashar al-Assad. Desde 2012 o exército sírio lutava pelo controlo de Alepo, invadida por grupos terroristas em julho daquele ano.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.