Acesso ao principal conteúdo
França / Os Republicanos

François Fillon: Plano B precisa-se !

François Fillon e a sua esposa, Penelope Fillon, a 29 de Janeiro de 2017, em Paris.
François Fillon e a sua esposa, Penelope Fillon, a 29 de Janeiro de 2017, em Paris. REUTERS/Pascal Rossignol

Depois das novas revelações publicadas pelo jornal satírico ( mais muito bem informado ) Canard Enchaîné, nesta Terça - feira, a Direita francesa treme de medo, porque o seu "campeão", François Fillon, candidato de Os Republicanos à eleição presidencial, é acusado de ter empregado a esposa e os filhos, com salários vertiginosos, pagos pelo erário público. E a Direita já começou a pensar num plano B. 

Publicidade

O vencedor da eleição primária da Direita francesa, François Fillon, candidato legítimo à eleição presidencial, está em perigo. Ele, que não tinha escondido as suas convicções religiosas, e se tinha mostrado irrepreensível a niível moral, vê agora os seus argumentos virarem-se contra ele.

As revelações vindas a lume na imprensa francesa acusam-no de ter empregue a esposa e dois filhos, com salários elevadíssimos, cujos montantes ultrapassam os 800 mil euros, e com dinheiro público. Ou pior do que isso: Ter feito benificiar esses membros  da sua família de empregos fictícios !

A lei francesa não proibe a contratação de familiares pelos deputados, desde que essas pessoas desempenhem funções efectivas. A Justiça o dirá. 

Num comício, no Domingo passado, na região parisiense, François Fillon tinha –se defendido desses ataques, afirmando ter empregue a esposan Penelope Fillon,  como Assistente  Parlamentar durante vários anos, e os seus dois filhos, que são  advogados. 

Neste momento, a opinião pública francesa está cada vez mais convencida de que o candidato da Direira à eleição presidencial mentiu.  Cabe aqui referir que a França já conheceu um caso idêntico, o do socialista Jérôme Cahuzac, vice -Ministro da Economia e Finananças, entre 2012 e 2013, que foi obrigado a demitir-se devido às acusaçôes de fraude fiscal. Também ele negou durante muito tempo ter uma uma conta na Suiça,

Paulo Marques, membro do partido "Os Republicanos", e Vereador de Aulnay-sous-Bois, perto de Paris, acha estranho que as acusações contra François Fillon, candidato de "Os Republicanos" à eleição presidencial, surjam tão perto desse momento. Oiça aqui :

 

Os analistas políticos franceses estimam que um plano B ( nomeação doutro candidato da Direita, possívelmente aquele que foi batido na segunda volta a da eleição primária, Alain Juppé), é cada vez mais urgente e evidente. Mas este já avisou que não deseja ser um "substituto".

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.