Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos

Trump recebe primeiro-ministro do Canadá

O Primeiro ministro canadiano, Justin Trudeau, quer convencer Donald Trump a manter NAFTA onde todos ganham
O Primeiro ministro canadiano, Justin Trudeau, quer convencer Donald Trump a manter NAFTA onde todos ganham REUTERS/Chris Wattie

O presidente americano, Donald Trump, recebeu, esta segunda-feira, na Casa Branca, o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, tendo em cima da mesa o comércio livre e NAFTA, mas também a imigração.

Publicidade

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, efectua a sua primeira visita aos Estados Unidos, tendo sido recebido, esta segunda-feira, 13, na Casa Branca, pelo Presidente americano, Donald Trump.

Uma visita dominada por questões comerciais, como o tratado de livre comércio NAFTA, que vem de anteriores administrações americanas, mas que foi denunciado pelo novo presidente americano, Trump, como sendo um dos piores acordos comerciais jamais assinados pelos Estados Unidos.

Do seu lado, o Primeiro-ministro canadiano, Trudeau, continua a defender esse tratado de comércio livre estando cheio de esperanças de que poderá convencer o presidente americano, a aceitar um NAFTA, retocado, porque, renegociado, sempre os 3  países envolvidos, os 2 mais o México sairão a ganhar.

Outro tema em cima da mesa dos dois dirigentes é a questão da imigração e dos refugiados, numa altura em que o presidente americano tem tomado e vai continuar a tomar medidas duras contra imigrantes criminosos ou refugiados de origem de países considerados perigosos.

Depois dos últimos decretos de Donald Trump contra a entrada de refugiados e potenciais terroristas, decreto, por ora, suspenso pela justiça, muitos desses imigrantes estão a seguir para o Canadá.

Para o jornalista português, Fernando Cruz, em Toronto, Canadá, é possível que o primeiro-ministro canandiano, Justin Trudeau, consiga convencer Trump a aceitar um NAFTA renegociado e em matéria da imigração, apesar da boa vontade de Trudeau, os canadianos já admitem que entre os refugiados que chegam ao Canadá haja também extremistas.

 

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.