Acesso ao principal conteúdo
Coreia do Norte

Malásia confirma envenenamento de Kim Jong-nam

Kim Jong-nam, meio-irmão mais velho do líder de Pyongyang
Kim Jong-nam, meio-irmão mais velho do líder de Pyongyang REUTERS/Eriko Sugita/File Photo

A polícia da Malásia revelou nesta sexta-feira os resultados das análises preliminares levadas a cabo pelo departamento químico do país. Os dados confirmam o envenenamento do meio irmão de Kim Jong-un, com recurso ao agente nervoso denominado VX.

Publicidade

Foram encontrados vestígios deste químico letal nos olhos e na cara do meio-irmão mais velho do líder de Pyongyang.

Trata-se de um gás altamente tóxico, asfixiante e uma das mais poderosas armas químicas produzidas pelo Homem. O VX não tem odor nem sabor e pode ser utilizado também sob a forma líquida. Está classificado pelas Nações Unidas como arma de destruição maciça. Este agente químico provoca a perda de consciência, paralisia, falta de ar e convulsões. O XV conduz à morte em poucos minutos.

Kim Jong-nam, de 46 anos, morreu depois de ter sido interpelado no aeroporto internacional de Kuala Lumpur, na semana passada. Preparava-se para embarcar para Macau onde vivia.

A polícia da Malásia já levou a cabo detenções e garante que a investigação à morte de Kim Jong-nam será isenta. Todavia, o regime norte coreano já acusou Kuala Lumpur de estar a trabalhar com “forças hostis” à Coreia do Norte.

A Coreia do Sul e os Estados Unidos da América acreditam que Kim Jong-nam foi assassinado por agente norte coreanos, respondendo a ordem do seu meio irmão Kim Jong-un.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.