Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Crise política agrava-se no Brasil

Áudio 07:05
O Presidente do Brasil, Michel Temer (esquerda), com o antigo deputado Eduardo Cunha (direita), que está no centro do escândalo revelado na quinta-feira 18 de Maio.
O Presidente do Brasil, Michel Temer (esquerda), com o antigo deputado Eduardo Cunha (direita), que está no centro do escândalo revelado na quinta-feira 18 de Maio. ANTONIO CRUZ / AGENCIA BRASIL / AFP

A crise política no Brasil piorou esta semana. O jornal brasileiro "O Globo" revelou que o empresário Joesley Batista, accionista da empresa JBS, gravou uma conversa na qual o Presidente brasileiro, Michel Temer, o autoriza a pagar um suborno pelo silêncio do antigo deputado Eduardo Cunha, condenado por participação no esquema de corrupção na Petrobras.Pouco depois foi entregue um pedido de destituição do Presidente do Brasil. O deputado brasileiro Alessandro Molon, do partido Rede, formalizou o processo na Secretaria-Geral da Câmara Baixa do parlamento.Para falar desta crise política, a RFI falou com Emerson Cervi, politólogo brasileiro, que analisou a possibilidade de haver um processo de destituição, bem como a situação política e económica actual no Brasil. 

Publicidade

Ouça aqui as declarações de Michel Temer, Presidente do Brasil.

 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.