Acesso ao principal conteúdo
Política /Brasil

Brasil: Michel Temer vai a julgamento

Presidente Michel Temer. 30 de Maio de 2107
Presidente Michel Temer. 30 de Maio de 2107 REUTERS/Paulo Whitaker

O Presidente do Brasil, Michel Temer, já implicado num imenso escândalo de suborno, deve comparecer diante do Tribunal Supremo Eleitoral, que vai julgá-lo sobre as suas despesas eleitorais em 2014. Temer que na época estava associado à ex-presidente Dilma Rousseff derrubada por um golpe parlamentar em Agosto de 2016, no qual estaria também envolvido o actual presidente, corre o risco de ser igualmente destituido e contribuir para o agravamento da crise política que afecta o Brasil desde 2015. Michel Temer é suspeito de ter recebido luvas no âmbito da sua campanha para vice-presidência  em 2014.

Publicidade

 A comparência de Michel Temer diante do Tribunal Supremo Eleitoral deverá ter lugar às 22H00 GMT (24h00) hora de Paris, de terça-feira. Audiências estão previstas também na quarta e quinta-feiras. A sentença será em seguida proferida por um painel de sete juízes. Contudo a audiência desta terça-feira poderia ser adiada, em caso de um dos juízes o requerir . Segundo observadores uma tal eventualidade dará uma margem de manobra a Michel Temer.

 Na segunda-feira os advogados de Temer divulgaram, que receberam do Tribunal Supremo Eleitoral uma lista de 84 perguntas que o Presidente interino do Brasil teria de responder por escrito no prazo de 24 horas, antes da primeira audiência. Temer não foi convocado a comparecer às audiências previstas nesta semana. Sectores da esquerda brasileira tencionam manifestar à frente do Tribunal Supremo Eleitoral em Brasíliua, para pedir a demissão de Michel Temer.

 Sublinhe-se que inicialmente o julgamento de Temer pelo referido tribunal , era visto apenas como um espectáculo secundário.De acordo com os analistas ,o objectivo final do Tribunal era condenar exclusivamente Dilma Rousseff pelo recurso de luvas para financiar a campanha presidencial de 2014 . Todavia as alegações de suborno imputadas a Michel Temer fizeram com que os seus opositores aproveitassem a oportunidade para exigir a sua demissão da presidência.

 Na eventualidade de Temer ser condenado, a sua permanência no cargo de presidente tornar-se-á insustentável. Circulam rumores em Brasília segundo os quais o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, detem mais provas comprometedoras contra Michel Temer. Rodrigo Rocha Loures , ex-deputado federal e antigo assessor de Temer foi filmado a transportar uma pasta que continha 500.000 reais, o equivalente à 152 .000 dólares.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.