Acesso ao principal conteúdo
Cinema

Festival de Locarno premiou lusófonos

Encerrou hoje o Festival de Locarno na Suíça. Os filmes lusófonos receberam vários prémios neste festival internacional dedicado ao cinema.

Publicidade

No Festival Internacional de Cinema de Locarno, o realizador português Pedro Cabeleira ganhou a menção honrosa da mostra paralela Cineasta do Presente com o seu filme Verão Danado.

A curta-metragem produzida por Portugal, Antonio e Catarina, dirigida pela romena Cristina Hanes ganhou o Leopardinho de Ouro da mostra de curtas-metragens Leopardos de Amanhã.

A lusofonia marcou a sua presença aqui em Locarno pois o Prêmio Especial do Júri, da Competição Internacional, foi para o filme brasileiro As Boas Maneiras, de Juliana Rojas e Marco Dutra, produzido por Sara Silveira.

Por sua vez, o filme brasileiro Era Uma Vez Brasília, de Adirley Queirós, ganhou a Menção Honrosa da mostra paralela Sinais de Vida.

O Leopardo de Ouro foi para o filme chinês em coproduçao com a França e a Alemanha, Senhora Fang, de Wang Bing.

A Melhor Direção foi para Nove Dedos, do realizador francês F. J. Ossang, numa coprodução França-Portugal.

O Leopardo de Melhor Actriz foi para a francesa Isabelle Huppert, no filme Madame Hyde e o de Melhor Actor foi para Elliot Crosset Hove, no filme dinamarquês-islandês VinterBrode.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Rui Martins.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.