Acesso ao principal conteúdo
Síria

Síria: 42 mortos em ataques da coligação

Raqa, Síria
Raqa, Síria REUTERS/Zohra Bensemra

Pelo menos 42 pessoas morreram em Raqa, Síria, vítimas de ataques da coligação internacional liderada pelos estados Unidos da América.

Publicidade

Os raides mortais têm-se multiplicado em Raqa, bastião do grupo Estado Islâmico na Síria. Esta segunda-feira, pelo menos, 42 pessoas morreram devido a ataques da coligação dirigida pelos Estados Unidos.

Dos civis mortos, constam 19 crianças e 12 mulheres, segundo o Observatório sírio dos Direitos do Homem.

Os raides atingiram vários bairros do norte da cidade, onde a coligação internacional apoia a ofensiva de uma coligação curdo-árabe contra os jihadistas Estado Islâmico.

As Nações Unidas já consideraram Raqa como o "pior lugar" na Síria para a população civil, sobretudo as zonas da cidade ainda controladas pelo autodenominado Estado Islâmico. A semana passada, os aviões da coligação dirigida por Washington realizaram 250 bombardeamentos contra alvos jihadistas na cidade.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.