Acesso ao principal conteúdo
Revista de Imprensa

Trump na ONU domina destaques da imprensa francesa

Áudio 03:11
Primeiras páginas dos jornais franceses de 20 de setembro de 2017
Primeiras páginas dos jornais franceses de 20 de setembro de 2017 RFI

As primeiras páginas dos jornais franceses estão dominadas por reacções ao discurso do Presidente americano, Donald Trump, na ONU, que ameaçou destruir totalmente a Coreia do Norte, se continuar com as suas provocações balísticas.LE MONDE, titula Trump, desanca nos Estados párias. No seu primeiro discurso na ONU, desenhou aquilo que poderia ser a sua doutrina em matéria de política estrangeira. Para o presidente americano, a soberania é, com a segurança e a prosperidade, o pilar de uma ordem fundada num grande despertar das nações.Esta defesa das soberanias nacionais não impediu o chefe da Casa Branca de ameaçar destruir totalmente a Coreia do Norte. Trump, denunciou também a ditadura iraniana e reiterou as suas críticas ao acordo concluído com Teerão sobre o nuclear, observa LE MONDE.O mesmo vespertino no seu  editorial intitulado, o presidente americano rebaixa a ONU, sublinha, a agressividade do discurso do presidente da primeira potência militar mundial ameaçando destruir totalmente um Estado pária, a Coreia do Norte, precisamente, perante uma instituição cuja razão de ser é a resolução de conflitos.Por seu lado, LE FIGARO, titula, Na ONU, Trump ameaça destruir totalmente a Coreia do Norte. Trump, faz em fanicos os seus inimigos, para além da Coreia do Norte, os regimes iranino, cubano e venezuelano.Mas Donald Trump, começou por um discurso de filosofia política sobre as virtudes do soberanismo, independência sagrada dos Estados Unidos, e consequentemente, do não intervencionismo.Ainda o mesmo LE FIGARO, opõe à retórica de Trump, o vibrante discurso de Emmanuel Macron às virtudes do multilateralismo.Num discurso lírico e impetuoso, Macron, defendeu a ONU, aerópago do multi-lateralismo por excelência para defender aqueles que não têm voz.Pronto para destruir totalmente a Coreia do Norte, replica também em título LIBÉRATION, acrescentando que Trump, visou violentamente Pyongyang.Trump promete o Apocalipse. Recuperando na tribuna da ONU o conceito de Estado pária, o presidente dos Estados Unidos, evocou a destruição da Coreia do Norte e denunciou violentamente o regime iraniano, nota LIBÉRATION.Mudando de assunto, L'HUMANITÉ, titula sobre empregados que testemunham, atingidos pelo maior plano social em França.  O jornal afirma que o governo quer suprimir 250 mil contratos subsidiados até 2018, apelando à mobilização.Por seu lado, LA CROIX, titula sobre o tempo dos furacões. Depois do novo ciclone de ontem nas Caraíbas, o jornal sublinha que estas catástrofes evidenciam a imprepração da região frente a estes acontecimentos.Enfim, uma nota futebolística, com L'ÉQUIPE, a destacar o guineense Ié, do clube do Lille, encimando o seu TOP 5 novas aquisições.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.