Acesso ao principal conteúdo
EUA/Irão

EUA não certifica acordo com o Irão

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump REUTERS/Kevin Lamarque

O Presidente norte-americano, Donald Trump, acaba de anunciar que não vai certificar o acordo nuclear com o Irão e deixa mesmo o aviso que poderá vir a retirar-se do mesmo.

Publicidade

Donald Trump afirmou que não vai certificar o acordo nuclear por considerar que este é o pior acordo de sempre e ainda pelo facto de o Irão não estar a respeitar os compromissos assumidos.

A legislação dos Estados Unidos obriga o presidente a “certificar” ou não, diante do Congresso, cada três meses, que Teerão está a respeitar o acordo e que este continua a respeitar os interesses dos EUA.

O Congresso tem agora dois meses para decidir que medidas a adoptar, o que poderá traduzir-se na imposição de novas sanções ao Irão.

O presidente norte-americano anunciou ainda que vai adoptar uma política mais fechada para com a Republica Islâmica do Irão. A decisão que já foi saudade pelo primeiro-ministro israelita, Benyamin Netanyahou, já a chefe da diplomacia europeia Federica Mogherini disse que a decisão de um único país não pode por em causa o acordo nuclear com o Irão.

O acordo de Viena foi assinado em 2015 pelos Estados Unidos, a China a Rússia, a França, o Reino Unido e a Alemanha.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.