Acesso ao principal conteúdo
Espanha

Mariano Rajoy põe Catalunha sob tutela

Mariano Rajoy, primeiro-ministro espanhol, a 21 de Outubro de 2017.
Mariano Rajoy, primeiro-ministro espanhol, a 21 de Outubro de 2017. REUTERS/Juan Carlos Hidalgo/Pool

O primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy confirmou oficialmente a aplicação do artigo 155 da Constituição na Catalunha, que passa a ser tutelada pelo Governo Central.

Publicidade

Mariano Rajoy, primeiro-ministro espanhol, aplicou o que tinha prometido. Na manhã deste sábado 21 de Outubro, o Conselho de Ministros da Espanha reuniu-se para decidir os moldes de aplicação do artigo 155 da Constituição do país, que prevê limitar a autonomia de uma região.

Depois da reunião que durou algumas horas, Mariano Rajoy falou à imprensa e anunciou a aplicação do artigo 155, bem como as consequências para a Catalunha. Uma delas, com o aval do Senado, passa pela demissão do presidente da Generalitat, Carles Puigdemont, do seu vice-presidente e de todos os conselheiros que integram o governo autónomo. Esta medida deverá ser aprovada na próxima sexta-feira 27 de Outubro.

Mariano Rajoy anunciou ainda que o Parlamento Catalão vai manter as suas funções de administração ordinária previstas no estatuto de autonomia da região. No entanto, os dirigentes estarão submetidos às directrizes dos ministérios do executivo espanhol, que deverão passar a tutelar o governo autónomo.

O primeiro-ministro espanhol afirmou que as medidas decididas por Madrid visam apenas, e exclusivamente, afastar os responsáveis catalães pelas ilegalidades cometidas nas últimas semanas e garantir o regresso da legalidade, da normalidade e da convivência naquela região.

Por fim, Mariano Rajoy acrescentou que, se o Senado assim o autorizar, vai convocar eleições autónomas antecipadas no prazo de seis meses.

Ouça as declarações de Mariano Rajoy.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.