Acesso ao principal conteúdo
Síria

Vladimir Putin apela a "concessões" para solução na Síria

Vladimir Putin e Baschar al-Assad. 20 de Novembro de 2017.
Vladimir Putin e Baschar al-Assad. 20 de Novembro de 2017. Mikhail KLIMENTYEV / SPUTNIK / AFP

O presidente russo, Vladimir Putin, defendeu, hoje, que uma solução para o conflito na Síria exige "concessões" de todas as partes, "incluindo do governo sírio". A afirmação surge no contexto da reunião desta quarta-feira com vista a preparar uma solução para a Síria.

Publicidade

À mesma mesa, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente do Irão, Hassan Rohani, aliados do presidente sírio Bashar al-Assad, assim como o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, apoiante dos rebeldes anti-Bashar. Dois dias antes, na mesma estância balnear de Sochi, na Rússia, Putin também recebeu o próprio Bashar al-Assad.

Vladimir Putin posiciona-se, assim, como o líder do processo diplomático para o pós-guerra na Síria, depois de ter ajudado Bashar al-Assad a recuperar grande parte do território das mãos de grupos rebeldes e extremistas.

O presidente russo intensifica os contactos para preparar a retoma das negociações de paz em Genebra, a 28 de Novembro.

Ao mesmo tempo, as diferentes facções da oposição a Bashar al-Assad encontram-se, hoje, em Riad, a capital da Arábia Saudita.

Desde 2011, a guerra na Síria fez 330 mil mortos e milhões de deslocados. Mais de 13 milhões de pessoas, quase metade crianças, precisam de ajuda humanitária na Síria, de acordo com a ONU.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.