Acesso ao principal conteúdo
Portugal

Mário Centeno é candidato ao Eurogrupo

Mário Centeno, ministro das Finanças de Portugal
Mário Centeno, ministro das Finanças de Portugal Lusa

António Costa confirmou a candidatura de Mário Centeno, actual ministro português das Finanças, à presidência do Eurogrupo. O primeiro-ministro português garante que o país está em condições para contribuir para a construção de consensos para "fortalecer o euro e ter uma política mais amiga do crescimento e do emprego”.

Publicidade

António Costa confirmou a candidatura de Mário Centeno, actual ministro português das Finanças, à presidência do Eurogrupo. O primeiro-ministro português garante que o país está “em boas condições para contribuir para a construção de consensos que permitam completar a união económica e monetária, fortalecer o euro e ter uma política mais amiga do crescimento e do emprego”.

Na corrida à presidência do Eurogrupo estão quatro candidatos: o português Mário Centeno, o eslovaco Peter Kazimir, a letã Dana Reizniece-Ozola e o luxemburguês Pierre Gramegna.

O prazo para entrega de candidaturas para a sucessão de Jeroen Dijsselbloem terminou esta quinta-feira.

Declarações proferidas à margem da 5ª Cimeira União Africana – União Europeia, que decorreu entre 29 e 30 de Novembro em Abidjan, Costa do Marfim.

Ouça aqui:

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.