Acesso ao principal conteúdo
Política/União Europeia

Parlamento Europeu vota contra pesca eléctrica

Membros do Parlamento Europeu durante a votação sobre a pesca eléctrica.Strasbourg.16 de Janeiro de 2018.
Membros do Parlamento Europeu durante a votação sobre a pesca eléctrica.Strasbourg.16 de Janeiro de 2018. FREDERICK FLORIN / AFP

A pesca por impulsão eléctrica no território da União Europeia criticada por organizações ambientais foi nesta terça-feira à debate no Parlamento Europeu. Pela primeira vez os eurodeputados posicionaram-se contra o referido modo da pesca, considerado destrutivo para os fundos marinhos, e autorizada a título experimental no Mar do Norte.

Publicidade

O eurodeputado do partido Os verdes, francês, Yannick Jadot , qualificou de belíssima vitória, a posição do Parlamento Europeu contra o terrívelmente nefasto modo de pesca. Segundo Jadot a pesca por impulsão eléctrica é uma verdadeira arma de predação massiva.

A votação nesta terça-feira contra o citado modo de pesca praticado experimentalmente no Mar do Norte, é apenas uma primeira etapa do longo processo legislativo do projecto proibindo a pesca eléctrica no seio da União Europeia.

Para obter um compromisso final, o Parlamento Europeu deverá em seguida submeter o projecto de lei ao Conselho Europeu, bem como a Comissão de Bruxelas.

A Comissão de Bruxelas defendeu vigorosamente a sua proposta visando suprimir na matéria, a restrição imposta às frotas pesqueiras dos Estados membros. Os dirigentes de Bruxelas tinham limitado a 5% ,a frota de cada país habilitado a efectuar experimentalmente a pesca eléctrica .

Todavia o executivo europeu tencionava manter a zona geográfica, na qual o referido modo de pesca é limitado, situada a sul do Mar do Norte.

As emendas votadas na terça-feira durante a reunião plenária do Parlamento Europeu, anularam a derrogação concedida pela Comissão de Bruxelas. Quatrocentos e dois eurodeputados votaram a favor, 232 contra e 40 abstiveram-se.

De acordo com Claire Nouvian, da ONG Bloom, a autorização de pescar por impulsão eléctrica na Europa, não é senão o resultado de um conluio imoral entre lobbies industriais e as instituições europeias.

Actualmente , 84 navios de pesca holandeses praticam a pesca eléctrica e a Bélgica solicitou uma derrogação para três barcos, o que representa, segundo os especialistas ,menos de 0,1% da frota pesqueira da União Europeia.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.