Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Oxfam posta em causa

Áudio 09:40
Sede da Oxfam em Londres.
Sede da Oxfam em Londres. REUTERS/Simon Dawson

A sobrevivência da organização humanitária Oxfam está posta em causa com as recentes revelações de que a ONG não agiu de forma adequada perante denúncias de que trabalhadores desta organização solicitaram prostitutas, possivelmente menores, no Haiti depois do grande sismo de 2010, e no Chade. As denúncias foram ignoradas e a insistência em solucionar os casos levou a que a vice-directora anunciasse a demissão afirmando sentir vergonha por ter deixado que tal situação acontecesse quando assumia o cargo da direcção para os programas internacionais da organização que tem actividade em 90 países.Ontem, foi aberta uma investigação a esta suspeita de abusos sexuais cometidos há mais de sete anos. O responsável máximo pela Oxfam Internaciona foi detido. O financiamento público mas também as doações podem vir a ser atingidas drasticamente depois das revelações do jornal britânico The Times.A notícia foi recebida no Reino Unido com uma certa ambiguidade como refere Hélder Macedo, professor de literatura e história, no King's College de Londres.Pedro Neto, director-executivo da Amnistia Internacional de Portugal, mostra-se muito preocupado com estes abusos cometido em circunstâncias vulneráveis.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.