Acesso ao principal conteúdo
Síria

Síria: cessar-fogo volta a ser quebrado

Cessar-fogo decretado pela Rússia voltou a ser quebrado na Síria.
Cessar-fogo decretado pela Rússia voltou a ser quebrado na Síria. REUTERS/ Bassam Khabieh

Os combates prosseguiam esta manhã entre grupos rebeldes e as forças leais a Bashar Al Assad na periferia em Ghota Oriental. O cessar-fogo decretado pela Rússia voltou a ser quebrado na Síria.

Publicidade

Os bombardeamentos que prosseguiram durante a trégua de cinco horas impediram as ong’s de chegarem às zonas de combate com ajuda aos civis. Duas pessoas morreram, entre elas está uma criança, e dezasseis pessoas ficaram feridas.

Em Moscovo, o responsável pela diplomacia, Serguei Lavrov, pediu aos rebeldes e às forças governamentais para respeitarem a trégua humanitária na Síria. O ministro russo dos Negócios Estrangeiros que afirmou igualmente que a Rússia vai continuar a apoiar o exército sírio na ofensiva que visa “erradicar a ameaça terrorista”.

Esta manha, seis cadáveres, foram retirados das ruinas de um edifício governamental, na localidade de Al-Chayfounieh, que foi alvo de vários raides no sábado passado.

De acordo com o último balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos desde o passado dia 18 de Fevereiro pelo menos 590 civis perderam a vida, um quarto são crianças.  

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.