Acesso ao principal conteúdo
EUA/Vietname

EUA e Vietname contra o expansionismo de Pequim

Porta-aviões norte-americano, USS Carl Vinson, à chegada ao porto de Danag, Vietname.
Porta-aviões norte-americano, USS Carl Vinson, à chegada ao porto de Danag, Vietname. REUTERS/Kham

Um porta-aviões americano chegou esta segunda-feira ao porto de Danag, quarenta anos depois do fim da guerra com o Vietname. A visita serve para mostrar a cooperação entre os EUA e o Vietname na luta contra o expansionismo de Pequim no mar da China Meridional.

Publicidade

Se há quarenta anos os dois países se confrontavam numa guerra que matou milhares, hoje as posições são outras e colocam os Estados Unidos e o Vietname lado a lado na luta contra a forte presença de Pequim no mar da China.

A prova-lo esta a chegada do porta-aviões USS Carl Vinson, que incluiu uma escolta aérea e uma lança mísseis cruzeiro, ao porto de Danag para uma escala de quatro dias.

Durante esta etapa, uma parte da equipa vai deslocar-se a um centro de vítimas do agente laranja, um mistura de herbicidas que os americanos usaram durante a guerra do Vietname, e que provocam ainda hoje más formações na população.

Em declarações à impressa, o porta-voz do ministério vietnamita dos Negócios Estrangeiros afirmou que esta deslocação vai contribuir para a manutenção da paz, da segurança cooperação e desenvolvimento da região.

Especialistas referem que a forte presença naval, serve para mostrar que os Estados Unidos continuam engajados em conter expansão de Pequim no mar da China Meridional.

A visita acontece no momento em que Pequim aumenta o seu poderio militar nas ilhas Paracel e em sete ilhas artificiais do arquipélago de Spratlys, também reivindicadas pelo Vietname.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.