Acesso ao principal conteúdo
França / Dia Internacional da Mulher

Governo francês quer igualdade entre Homens e Mulheres

A Secretária de Estado para a Igualdade entre homens e mulheres, Marlène Schiappa, e o Ministro da Ecologia, Nicolas Hulot, na Assembleia Nacional francesa, em Paris, a 13 de Fevereiro de  2018.
A Secretária de Estado para a Igualdade entre homens e mulheres, Marlène Schiappa, e o Ministro da Ecologia, Nicolas Hulot, na Assembleia Nacional francesa, em Paris, a 13 de Fevereiro de 2018. Charles Platiau / REUTERS

O Governo francês revelou hoje o seu plano para favorecer a igualdade entre homens e mulheres. Por ocasião da Dia internacional da Mulher, o Governo francês anunciou prever um melhor acompanhamento de mulheres vítimas de violências, e o reforço da igualdade a nível profissional.

Publicidade

Cinquenta medidas destinadas a lutar contra as desigualdades entre homens e mulheres, em França, foram hoje apresentadas em Conselho de Ministros, em presença do Primeiro - ministro, Edouard Philippe, e da Secretária de Estado para a Igualdade entre Homens e Mulheres, Marlène Schiappa.

A Secretária de Estado anunciou que vão ser disponibilizados 42 milhões de euros para favorecer a paridade entre homens e mulheres, em matéria de igualdade profissional, e todos as pessoas empregadas em “part-time” ( entre as quais 80% são mulheres), vão benificiar dos mesmos direitos à formação profissional que as outras.

Entre as medidas anunciadas, está prevista igualmente a criação de 5.000 lugares, em estabelecimentos apropriados, para mulheres vítimas de violências, assim como estágios de prevenção contra a violência feita ao sexo feminino.

De assinalar a medida tomada hoje pelo jornal francês Libération, que fez pagar os homens mais 25% a sua edição de hoje, para alertar contra a diferença salarial entre os dois sexos.

 "O lucro potencial será doado ao Laboratório da Igualdade", uma associação que luta pela paridade profissional entre homens e mulheres, informou o jornal.

Excepcionalmente, o jornal também apresenta nesta Quinta-feira primeiras páginas diferentes, de acordo com o sexo de quem compra. Uma com a ilustração de um homem, e menção "para os homens 2,50 euros" e a outro com a de uma mulher, e a frase "Para as mulheres 2 euros, o preço normal".

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.