Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Iémen, a cada dez minutos morre uma criança com menos de cinco anos

Áudio 07:32
No Iémen, a cada dez minutos morre uma criança com menos de cinco anos.
No Iémen, a cada dez minutos morre uma criança com menos de cinco anos. REUTERS/Fawaz Salman

Da reunião de doadores sobre o Iémen que ontem decorreu em genebra, Suíça, saiu a promessa de dois mil milhões de dólares para ajuda humanitária urgente.Um “sucesso notável de solidariedade” para com os iemenitas sublinhou o secretário-geral das Nações Unidas, que acrescentou que "os recursos humanitários são muito importantes, mas não são suficientes."Para António Guterres, é necessário acesso sem restrições à população, respeito pelo direito internacional humanitário e protecção dos civis.A situação humanitária no Iémen é considerada a pior do mundo. 22 milhões de pessoas, três quartos da população total, precisam de ajuda humanitária e de protecção.18 milhões sofrem de insegurança alimentar, 8,4 milhões vive sem saber de onde virá o seu próximo prato de comida.No Iémen, a cada dez minutos morre uma criança com menos de cinco anos de idade por motivos evitáveis.Sobre a guerra no Iémen que entra no seu quarto ano, a RFI ouviu Manuel João Ramos, especialista do Iémen e do Corno de África ligado ao Centro de Estudos Africanos no ISCTE. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.