Acesso ao principal conteúdo
Desporto

Campeonato francês : Sétimo título para o P.S.G. !

Áudio 05:14
Os jogadores do PSG festejam mais um título de campeão de França
Os jogadores do PSG festejam mais um título de campeão de França REUTERS/Charles Platiau

O Paris Saint Germain sagrou-se Campeão de França 2017 / 2018. No jogo decisivo para o título, os Parisienses derrotaram o Mónaco por 7 - 1, no Parc des Princes, na capital francesa.Os golos foram apontados pelo avançado alemão Julian Draxler, pelo avançado uruguaio Edinson Cavani, pelo médio argentino Giovani Lo Celso - que bisou - e pelo argentino Ángel Di María - que também bisou. E, na própria baliza, pelo avançado colombiano do Mónaco, Radamel Falcao.Quanto aos monegascos, o único tento foi apontado pelo avançado português Rony Lopes. O repórter Marco Martins ouviu o avançado luso, que já apontou 13 golos esta temporada. Com este triunfo, os Parisienses têm agora 87 pontos, mais 17 do que o Mónaco, o que significa que o PSG recupera o título de Campeão, conquistado no ano passado pelos Monegascos, isto quando faltam cinco jornadas para o fim do Campeonato.Na próxima jornada o Paris Saint Germain desloca-se ao terreno do Bordeaux, a 22 de Abril, pelas 21h00, enquanto o Mónaco se desloca ao terreno do Guingamp, a 21 de Abril, pelas 20h00.E, precisamente, o Guingamp empatou a duas bolas frente ao Lille, num jogo épico, em que o Lille esteve a vencer por 2-0 até ao minuto 90. Mas , em apenas três minutos, no tempo de compensação da segunda parte, o Guingamp marcou dois golos e empatou o encontro.O repórter Marco Martins ouviu também o defesa português do Guingamp, Pedro Rebocho.Na tabela classificativa o Guingamp ocupa o 11° lugar com 42 pontos, enquanto o Lille do defesa central luso-guineense Edgar, Iá está na 18a posição, com 29 pontos, e continua numa situação complicada, em que pode descer de divisão. A terminar, uma noticia do Girabola, em breve. A árbitra angolana Marximina Luzia Bernardo foi suspensa por três anos, pelo conselho de disciplina da Federação Angolana de Futebol, por alegado acto de corrupção passiva. Segundo aquela instância do futebol angolano, que afirma ter provas, em 2014, Marximina Bernardo, aceitou facilitar o Benfica de Luanda num encontro contra o Sporting de Cabinda no Estádio Municipal de Tafe, a contar para a 29° jornada do campeonato. A acusada afirma tratar-se de pura calúnia, e sublinha estar apenas a gozar uma licença de parto. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.