Acesso ao principal conteúdo
Ciência

França: parlamento rejeita emenda para proibir glifosato até 2021

Áudio 08:32
Protesto contra utilização glifosato frente à Comissão Europeia
Protesto contra utilização glifosato frente à Comissão Europeia EMMANUEL DUNAND / AFP

Em Novembro do ano passado a Comissão Europeia renovou por 5 anos a autorização de utilisação do herbicida glifosato, com os votos contra entre outros da França, cujo Presidente Emmanuel Macron prometeu proibir a sua utilização neste país até 2021, mas esta segunda-feira (28/05) o parlamento rejeitou a emenda neste sentido.A nocividade da molécula glifosato, princípio activo do produto Roundup, fabricado e comercializado pela multinacional norte-americana Monsanto é alvo de controvérsias, pois segundo os designados "Monsanto Papers" o grupo participou nos estudos científicos, que descartam a sua nocividade.Como começa por referir o biólogo português Raúl Jorge Santos, para quem o princípio de precaução deveria primar.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.