Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Parlamento português chumba morte medicamente assistida

Parlamento português chumba morte medicamente assistida
Parlamento português chumba morte medicamente assistida lusa

O Parlamento português chumbou os projectos de lei sobre a despenalização da eutanásia. 229 deputados votaram os quatro projectos de lei do PAN, BE, PS e PEV sobre a despenalização da morte medicamente assistida.

Publicidade

A Assembleia da República portuguesa votou na terça-feira, 29 de Maio, deputado a deputado, os projectos de lei do Partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Bloco de Esquerda (BE), Partido Socialista (PS) e Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) acreditam que os seus projectos sobre morte medicamente assistida vão passar no Parlamento e são a resposta a "novas realidades" da sociedade portuguesa.

O diploma do Partido Socialista foi o que recebeu mais votos a favor, 110, com 115 contra e quatro abstenções.

O projecto do PAN teve 107 votos a favor, 116 contra e 11 abstenções. O projecto do Bloco Esquerda recebeu 117 votos contra, 104 a favor e oito abstenções. O diploma do PEV recolheu 104 votos favoráveis, 117 contra e oito abstenções.

A Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, afirmou que os enfermeiros estavam “preparados para os dois cenários” sobre os projectos de despenalização da eutanásia, ontem chumbados no Parlamento.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.