Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Tailândia : socorrista morre ao ajudar crianças

As doze crianças e o treinador presos numa gruta na Tailândia
As doze crianças e o treinador presos numa gruta na Tailândia Crédit : HANDOUT / ROYAL THAI NAVY / AFP

A Tailândia vive uma corrida contra o tempo para tentar evacuar os doze jovens e treinador de futebol bloqueados há 13 dias numa gruta inundada no norte do país.

Publicidade

Um antigo membro da marinha tailandesa perdeu a vida esta madrugada, por falta de oxigénio, depois de ter entregue uma reserva de ar às doze crianças presas numa gruta no norte da Tailândia.

Direk Taptim é um dos socorristas e indica que a situação evoluiu muito pouco nos últimos dias; "estamos encarregues de instalar uma conduta de oxigénio no interior da gruta. A situação não evolui muito, a não ser o nível de água que baixou um pouco graças ao bombeamento. Mesmo se as chuvas parem, a gruta continuará parcialmente inundada, mas o nível de água será, simplesmente, menos elevado".

Os socorristas esperam conseguir, com a ajuda de bombas, baixar o nível da água, de modo a permitir que as crianças não tenham que mergulhar durante muito tempo.

Por enquanto, um mergulhador experimentado demora cerca de 11 horas a chegar ao local onde se encontram as crianças: seis horas para ir e cinco horas para regressar, com ajuda da corrente.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.