Acesso ao principal conteúdo
Grécia

A Grécia conta os seus mortos

A localidade de Mati, perto de Atenas, a seguir ao incêndio, ontem no 25 de Julho de 2018.
A localidade de Mati, perto de Atenas, a seguir ao incêndio, ontem no 25 de Julho de 2018. Reuters

Subiu para pelo menos 82 o número de mortos e foram recenseados cerca de 200 feridos nos incêndios que eclodiram nas imediações de Atenas, no sul da Grécia, na Segunda-feira. Apesar de não estarem ainda completamente extinguidos, os fogos estão agora sob controlo, tendo chegado a hora dos primeiros balanços.

Publicidade

Cerca de 300 bombeiros e voluntários continuaram nesta Quinta-feira as buscas de dezenas de pessoas desaparecidas nas zonas sinistradas pelos fogos, médicos legistas estando a tentar identificar pelo ADN os corpos calcinados que foram encontrados, um processo que poderia durar até Sábado.

Numerosos sobreviventes ficaram a cargo de associações que lhes fornecem abrigo nas cidades vizinhas, a situação tendo criado uma onda de solidariedade.

Por outro lado, as autoridades têm estado igualmente a efectuar o balanço material desta tragédia. Sobre as quase 2.500 casas auscultadas nas zonas dos incêndios, cerca de metade já não são habitáveis. Nesta óptica, foi anunciada a criação de um fundo especial para o reordenamento da zona, aberto às doações, o Estado grego dotando-o do valor inicial de 40 milhões de Euros, "uma medida que visa absolver as falhas do governo" do ponto de vista do jornal de oposição Ta Nea que estranha "não ter havido até ao momento nenhuma demissão".

Termina amanhã o período de luto Nacional, os partidos de oposição tendo optado pela discrição, mas várias correntes de opinião antevêem futuras controvérsias políticas. Enquanto é apontado o dedo à alegada incúria do executivo, o governo por sua vez, fala em origens criminosas do sucedido.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.