Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Duas moções de censura contra o Governo francês

Áudio 06:54
Parlamentares franceses aplaudem o Primeiro-ministro Edouard Philippe, que denunciou hoje as «moções de bloqueio» .
Parlamentares franceses aplaudem o Primeiro-ministro Edouard Philippe, que denunciou hoje as «moções de bloqueio» . REUTERS/Philippe Wojazer

O governo francês enfrentou hoje duas moções de censura, apresentadas pela direita e pela esquerda, na Assembleia. Ambas exigiam explicações sobre o caso Benalla, um colaborador do Presidente Emmanuel Macron, que foi filmado agredindo manifestantes no passado dia 1 de  Maio. Estas moções de censura não podiam derrubar o Governo, visto que a oposição de direita tem 103 deputados, e a esquerda 63, estando assim muito longe da maioria absoluta ( 289 ), necessária para a aprovação.O nosso Convidado de hoje, o professor Vitor Pereira, Historiador lidado à Universidade de Pau, no sul da França, comenta a situação. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.