Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Escalada na guerra comercial entre China e EUA

Os contentores chineses na Califórnia, 7 de Outubro de 2010.
Os contentores chineses na Califórnia, 7 de Outubro de 2010. ©REUTERS/Lucy Nicholson/File Photo

O primeiro-ministro chinês apelou ao livre comércio face a escalada na guerra comercial com os Estados Unidos. Donald Trump que esta semana anunciou taxas alfandegárias sobre um total de 171 mil milhões de euros das importações oriundas da China.

Publicidade

A China convocou o embaixador dos Estados Unidos, ao qual enviou um "protesto solene", em função das sanções de Washington a Pequim pela compra de armas russas - informou o "Diário do Povo", órgão do Partido Comunista.

Na quinta-feira, 20 de Setembro, Washington anunciou a sanção, pela primeira vez, contra uma entidade estrangeira pela compra de armas russas, atingindo uma unidade das Forças Armadas chinesas pela aquisição de caças e de mísseis terra-ar.

Esta troca de acusações é uma estratégia para que nem Pequim como Washington ocupem uma posição de fragilidade afirma Arnaldo Gonçalves, especialista de Relações Internacionais em Macau.

"Não devemos levar à letra este discurso (de Donald Trump) que é sobretudo um discurso retórico que prepara os Estados Unidos e a China para se sentarem à mesa das negociações e para encontrar um consenso que satisfaça a posição dos dois. Nenhuma das partes quer ir numa posição de fragilidade, e é por isso que os Estados Unidos estão a puxar a vazada para forçar a China a avançar em alguns aspectos", descreveu o académico.

Pequim reagiu no dia seguinte, manifestando sua "indignação" com as sanções.

As sanções financeiras americanas afectam o Departamento de Desenvolvimento de Equipamentos do Ministério chinês da Defesa.

O gesto do governo Trump é "uma violação flagrante das regras fundamentais das relações internacionais" e "uma demonstração pura e simples de hegemonia", criticou o porta-voz do Ministério da Defesa, Wu Qian.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.