Acesso ao principal conteúdo
Arábia Saudita / Fórum

Assassinato de Khashoggi ensombra Fórum Económico de Riade

Riade, capital da Arábia Saudita (imagem de arquivo)
Riade, capital da Arábia Saudita (imagem de arquivo) reuters

O fórum económico internacional de Riade, também conhecido pelo nome de “Davos do deserto”, teve início esta manhã, na Arábia Saudita. Mas o recente assassinato do jornalista e oponente saudita Jamal Khashoggi veio ensombrar este encontro internacional dos grandes dirigentes internacionais e patrões de grandes multi-nacionais.

Publicidade

O assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi no consulado do reino, em Istambul, na Turquia, levou ao cancelamento da presença de muitos dirigentes  internacionais. Entre eles, o Ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, a Directora do Fundo Monetáraio Internacional, Christine Lagarde, e mais de vinte dirigentes de grandes multi-nacionais, tais como a EDF, HSBC, SIEMENS ou UBER.

No entanto, algumas empresas, tais como a petrolífera TOTAL, aceitaram o convite, sublinhando “a importância de manter o contacto mesmo em tempos difíceis”. De assinalar igualmente a presença, em Riade, de várias companhias russas e chinesas. 

Este fórum económico internacional, intitulado Future Investment Initiative,  decorre no hotel Ritz-Carlton, em Riade, onde  esta manhã o próprio Ministro saudita da Energia, Khaled al-Faleh, afirmou que "a Arábia Saudita está em crise, após o assassinato horroso de Jamal Khashoggi". 

As autoridades sauditas não informaram se o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que patrocinou a primeira edição do fórum, vai discursar no evento.

De qualquer forma, o caso, Khashoggi relançou o debate acerca das relações diplomáticas com Riade, e a questão da venda de armas. Berlim apelou os Europeus a suspender todo e qualquer novo contrato de armamento com a Arábia Saudita, enquanto não forem esclarecidas as circuntâncias da morte daquele jornalista.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.