Acesso ao principal conteúdo
Brasil

Brasil: Jair Bolsonaro, um militar militante

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil.
Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil. REUTERS

Jair Bolsonaro, um saudosista da ditadura militar, foi eleito Presidente da República, ele que prometeu "mudar o destino do Brasil". O capitão na reserva do Exército, candidato pelo Partido Social Liberal (PSL), recebeu 57,7 milhões de votos.

Publicidade

Ex-paraquedista de 63 anos, Jair Bolsonaro conseguiu capitalizar a decepção e a raiva de uma população abalada por anos de recessão e estagnação, e também cansada com os escândalos de corrupção.

Nascido em 1955 em Campinas, a cerca de 100 km de São Paulo, numa família de origem italiana, Jair Bolsonaro forjou a sua carreira principalmente no Rio de Janeiro, onde foi eleito vereador em 1988 e que lhe deu o primeiro mandato como deputado federal dois anos depois.

Católico, ele tem cinco filhos de dois casamentos: quatro rapazes - três dos quais fazem parte do seu círculo mais próximo - e uma rapariga.

Fervente defensor da ditadura, de 1964 a 1985, Jair Bolsonaro prometeu, no entanto, defender "a Constituição, a democracia e a liberdade".

A vitória de Jair Bolsonaro seguiu-se a uma campanha altamente polarizada e com episódios dramáticos. O ataque que sofreu logo nos primeiros dias, em Minas Gerais, marcou as semanas seguintes.

Frequentemente comparado a Donald Trump, de quem se diz admirador, este defensor da família tradicional, de Deus e do porte de armas, impulsionou a sua campanha através das redes sociais, com um discurso anti-sistema num país em profunda crise política, económica e de segurança.

De notar que esta é a primeira eleição que o Partido dos Trabalhadores perde nas últimas cinco presidenciais que disputou.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.