Acesso ao principal conteúdo
Rússia/NATO

Rússia vai responder à NATO

As manobras Trident Juncture 18 da NATO decorrem ao largo da Noruega.
As manobras Trident Juncture 18 da NATO decorrem ao largo da Noruega. Kylee Ashton/U.S. Air Force/Handout via REUTERS

A Rússia indicou que quer testar mísseis esta semana ao largo da Noruega, numa zona onde a NATO efectua gigantescas manobras militares, afirmou o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, ele que estava em visita ao oeste da Noruega, onde decorrem as manobras Trident Juncture 18.

Publicidade

Este exercício, o maior organizado pela NATO desde a Guerra Fria, visa testar a capacidade da organização para socorrer um dos seus membros agredido por outro Estado.

Com 50 mil soldados mobilizados, 65 navios e 250 aviões de 31 países, a centenas de quilómetros da fronteira entre a Rússia e a Noruega no Ártico, essas manobras indignaram Moscovo, que já prometeu replicar.

As Forças Armadas russas anunciaram na semana passada a mobilização de quatro navios no Atlântico Norte para realizar manobras.

O responsável da NATO tentou, no entanto, desdramatizar a situação, afirmando que vão observar de perto o que a Rússia vai fazer, admitindo que os russos vão operar em águas internacionais e avisaram de forma normal a organização.

De notar que os disparos russos estão previstos entre 1 e 3 de Novembro, no Mar da Noruega, enquanto o exercício Trident Juncture da NATO, decorre de 25 de Outubro a 7 de Novembro.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.