Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos

Presidente Trump reclama na fronteira muro com México

Donald Trump continua a exigir muro ou barreira de aço na fronteira com México
Donald Trump continua a exigir muro ou barreira de aço na fronteira com México REUTERS/Kevin Lamarque/File Photo

O Presidente americano, Donald Trump, está hoje no Texas junto à fronteira com o México para defender a construção do muro ou barreira de aço ao longo da fronteira comum, o que lhe é recusado pelos maioria parlamentar democrata na Câmara dos representantes. Isto quando continua a paralisação da administração federal com milhões de funcionários sem salários há 20 dias.

Publicidade

Não haverá levantamento do bloqueio na admnistração federal, enquanto não houver luz verde dos congressistas e senadores republicanos e democratas para o financiamento da construção do muro ou duma barreira de aço na fronteira com o México, declarou o Presidente americano, Donald Trump.

O Presidente americano, está, aliás, hoje, no Texas, fronteira com o México, para defender a construção do muro ou duma barreira de aço, para proteger a segurança fronteiriça.

Ontem, Donald Trump, recebeu a Presidente democrata da Câmara dos representantes, Nancy Pelosi e o líder democrata da minoria no Senado, Chuck Schumer, na procura duma solução para a dupla questão.

O chefe da Casa Branca, começou a reunião por dizer: "poderemos despachar isto em 10 minutos, perguntando: se eu desbloquear em 30 dias a situação na administração federal, votarão os fundos necessários à construção do muro?"

Os dois democratas responderam "não" e o presidente Trump, terminou a reunião, porque segundo ele "seria uma perda de tempo".

Trump reafirma prerrogativas para declarar estado de emergência

Hoje, antes, de partir para a fronteira com o  México, Trump, declarou ter prerrogativas para "declarar o estado de emergência, se não houver uma solução" para a paralisia na administração e a construção do muro ou duma barreira de aço.

Trump, que exige fundos dos parlamentares republicanos e democratas, cerca de 5 mil e 700 milhões de dólares para financiar uma barreira de aço na fronteira com o México, afirma que quer cumprir uma promessa de campanha para resolver problemas de segurança e a crise humanitária na fronteira sul.

De notar que Trump, organizou igualmente um segundo encontro ontem na Casa Branca com a sua equipa e a presença de senadores republicanos e democratas americanos, e no fim assinou um decreto sobre tráfico humano e drogas no quadro da segurnaça na fronteira. 

Repetiu, que ainda não declarou estado de emergência, porque quer um acordo com os parlamentares republicanos e demcoratas, mas se não fôr possível é o caminho que tomará.

É que declarando o estado de emergência, Trump, pode adoptar medidas de segurança nacional, recorrendo ao orçamento da Defesa, para ir buscar os fundos necessários à construção do muro ou da barreira de aço na fronteira com o México.  

O país em regime de estado de emergência, permite ao Presidente, adoptar medidas mais drásticas, como a prisão de pessoas, que estejam envolvidas nomeadamente em crimes de drogas e de tráfico humano. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.