Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido

Brexit: May pede um tempo antes do divórcio

A primeira-ministra britânica, Theresa May, pede um tempo antes do divórcio.
A primeira-ministra britânica, Theresa May, pede um tempo antes do divórcio. REUTERS/Peter Nicholls

A primeira-ministra britânica abriu a porta a um possível adiamento do divórcio com a União Europeia. Theresa May prometeu apresentar um novo acordo até 12 de março e se este for de novo chumbado, admite pedir um adiamento do ‘Brexit’.

Publicidade

Faltam 30 dias para a saída do Reino Unido da União Europeia e o governo britânico quer mais duas semanas para negociar. Resume-se assim a estratégia que a primeira-ministra Theresa May apresentou aos deputados e que vai ser hoje votada no parlamento.

Antevendo uma revolta dentro do próprio governo, Theresa May prometeu apresentar um novo acordo até 12 de março e se este for de novo chumbado, admite pedir um adiamento do ‘Brexit’.

Para os opositores da saída do Reino Unido da União Europeia, esta é uma vitória porque descarta, para já, uma saída sem acordo.

Mas para o governo, a pressão para os deputados aprovarem um acordo continua porque um adiamento da data da saída para depois de 29 de março terá de ser limitado a três meses, ou o Reino Unido teria de participar nas eleições europeias.

Ou seja, não resolve o problema, não elimina o risco de uma saída sem acordo, apenas atrasa o processo e adia decisões difíceis para mais tarde.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.