Acesso ao principal conteúdo
UNIÃO EUROPEIA/REINO UNIDO

Brexit: provável saída sem acordo

O acordo do Brexit negociado entre Bruxelas Londres, mas chumbado três vezes pelo parlamento britânico, previa um dispositivo chamado «rede de segurança» que deveria evitar a reedificação de uma fronteira física entre a Irlanda do Norte e a Irlanda..
O acordo do Brexit negociado entre Bruxelas Londres, mas chumbado três vezes pelo parlamento britânico, previa um dispositivo chamado «rede de segurança» que deveria evitar a reedificação de uma fronteira física entre a Irlanda do Norte e a Irlanda.. REUTERS/Clodagh Kilcoyne

No Reino Unido, a dez dias da data limite para encontrar uma solução para o Brexit, o divorcio britânico arrisca-se cada vez mais a ser brutal, de acordo com a União Europeia. O negociador europeu, Michel Barnier, confirma que os 27 se preparam para um cenário cada vez mais provável.  

Publicidade

A primeira-ministra britânica, Theresa May, espera ainda poder levar o seu acordo a uma quarta votação na Câmara dos Comuns, depois de ter sido chumbado três vezes.

Mas um grupo de deputados britânicos, de diferentes partidos, quer levar a votos uma lei que impeça o Reino Unido de sair da União Europeia sem qualquer acordo, o que pode levar a um novo adiamento para evitar que o país se encontre fora da União Europeia a 12 de Abril, sem qualquer acordo.

Já as instituições de Bruxelas alegam que a saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo prévio parece cada vez mais provável.

Foi o que confirmou esta terça-feira Michel Barnier, negociador europeu para o Brexit.

"Não haver acordo nunca foi um cenário desejável, mas a União Europeia a 27 está agora preparada para o efeito. Porque de dia para dia tal parece cada vez mais provável."

Sem acordo muito provavelmente a Irlanda voltará a ser dividida da província britânica da Irlanda do Norte com a reedificação de uma fronteira.

O caso constava do encontro mantido nesta terça em Paris entre o primeiro-ministro irlandês e o presidente francês.

Leo Varadkar, chefe do executivo de Dublin, admitia a possibilidade de equacionar um dispositivo para este novo cenário.

"Isso implicará postos da alfândega. Bem como homens fardados, tal poderá implicar câmeras ou infra-estruturas físicas com, potencialmente, uma presença policial ou mesmo com o apoio do exército."

12 de Abril é a data para que o Reino Unido encontre uma alternativa aos múltiplos chumbos do acordo de saída do bloco europeu ou peça o prolongamento do prazo deste processo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.