Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos

70 anos de criação da NATO comemorados em Washington

70 anos de existência da NATO, comemorados, em Washington, Estados Unidos
70 anos de existência da NATO, comemorados, em Washington, Estados Unidos REUTERS/Ints Kalnins

A NATO, "não quer uma nova corrida armamentista ou duma nova guerra fria", declarou hoje no congresso americano, o seu secretário-geral, Jens Stoltenberg, por ocasião dos 70 anos da Aliança atlântica. Os ministros dos negócios estrangeiros e da defesa comemoram hoje e amanhã em Washington este aniversário da criação da NATO.   

Publicidade

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, discursou perante os parlamentares do Congresso americano, em Washington, no dia em que a Aliança atlântica comemora o seu 70° aniversário.

Soltenberg, afirmou que a NATO "não quer uma nova corrida ao armamento ou duma nova guerra fria" com a Rússia.

Mas, Jens Soltenberg, teve o cuidado de sublinhar que a "NATO adoptará sempre as medidas necessárias para garantir uma dissuasão credível e eficaz".

O secretário-geral da ONU, com os olhos postos nas comemorações dos 70 anos da criação da organização atlântica, de hoje e amanhã, apelou assim a "preservar a unidade" dos 29 Estados membros.

Uma unidade que vacilou precisamente hoje com a Turquia, que é membro da NATO, a confirmar, que mantém a compra de um sistema anti-missil de defesa russo, quando o principal papel da NATO é lutar contra a "ameaça" da Rússia.

O Presidente americano, Donald Trump, declarou ainda há dias que a Turquia, tinha que escolher e "renunciar sem equívocos" à compra do sistema russo.

Esperemos, pois, para ver, como é que esta questão, vai ser analisada nas comemorações dos 70 anos da NATO, em Washingon, Estados Unidos. 

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.