Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Sri Lanka: falha nos sistemas de segurança facilitou atentados

Áudio 12:09
Funeral de algumas das 359 vítimas mortais, dois dias depois dos atentados no Sri Lanka no Domingo de Páscoa
Funeral de algumas das 359 vítimas mortais, dois dias depois dos atentados no Sri Lanka no Domingo de Páscoa REUTERS/Athit

359 mortos e cerca de 500 feridos é o balanço dos atentados quase simultâneos revindicados esta terça-feira (23/04) pelo auto-denominado Estado Islamico, perpetrados no domingo de Pàscoa em três cidades do Sri Lanka, contra igrejas católicas e hotéis de luxo frequentados por turistas.As autoridades cingalesas admitiram esta quarta-feira (24/04) falhas nos sistemas de segurança, mas a confirmar-se a assinatura de Daesh nestes ataques, tal prentederia mostrar a capacidade de resiliência desta organizaçao terrorista, fora dos seus redutos na Síria e no Iraque, um mês após a queda de Baguz, o seu último bastião na Síria.Tal foi o que começamos por perguntar ao investigador no Instituto Português de Relações Internacionais de Lisboa Carlos Gaspar, que refere a importação internacional das redes pan-islâmicas jihadistas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.