Acesso ao principal conteúdo
Japão

Trump no Japão entre golf, sumô e acordo comercial

Trump entrega Taça presidencial ao vencedor do torneio japonês de sumô, em Tóquio, na sua visita de Estado
Trump entrega Taça presidencial ao vencedor do torneio japonês de sumô, em Tóquio, na sua visita de Estado (Foto: Reuters)

Começam esta segunda-feira negociações comerciais entre as delegações japonesas e americanas, no terceiro dia da visita de Estado do Presidente dos Estados Unidos Trump, ao Japão. O objectivo a longo prazo é assinar um acordo comercial, que terá de esperar pelos resultados das eleições senatoriais japonesas.

Publicidade

Segundo dia da visita de Estado ao Japão do Presidente americano, Donald Trump, que abordará, amanhã, com o Primeiro-ministro, Shinzo Abe, a questão do comércio, durante discussões oficiais.

Ocasião para os 2 dirigentes, Trump, dos Estados Unidos, primeira potência económica mundial, e Abe, do Japão, terceira economia do mundo, evocarem um acordo comercial bilateral.  

Mas, analistas consideram que o acordo bilateral, poderá não sair imediatamente do encontro de amanhã como reconhece o próprio presidente americano.

"Avançámos muito nas nossas negociações, mas o essencial esperará", após as eleições senatoriais previstas para julho no Japão, declarou Trump.

Aliás, o primeiro-ministro japonês, Abe, poderá mesmo convocar eleições legislativas antecipadas para essa data.

Mas, Trump, denunciou  logo de entrada no primeiro dia da sua visita os desequilibrios que existem nas trocas comerciais favorecendo o Japão. Isto vai passar a ser um pouco "mais justo", sublinhou, Trump, durante um encontro com homens de negócios japoneses. 

Entre um churrasco, sumô e testes norte-coreanos

Por ora, o Presidente americano e o primeiro-ministro japonês, jogaram hoje uma partida de golf num clube perto de Tóquio depois de terem assistido ontem à noite acompanhados de suas esposas, à final do torneio de sumô japonês.

Trump, muito ovacionado, entregou a grande Taça presidencial de 30 quilos e 1,4 metros de altura ao vencedor do torneio, o japonês, Asanoyama.

"Os meus agradecimentos por esta magnífica noite de sumô", declarou mais tarde o presidente Trump ao primeiro-ministro japonês, e respectivas esposas, à mesa de uma churrasqueira de Tóquio. 

Trump, aproveitou para reafirmar o apoio dos Estados Unidos ao Japão, que no passado recente foi alvo de mísseis lançados pela Coreia do Norte, sublinhando, no entanto, que "confia na promessa" que lhe fez o dirigente norte-coreano, Kim Jong Un, sobre a paz e desenvovimento da Península coreana.

Após um ano sem lançar mísseis, a Coreia do Norte, levou a cabo no começo de maio, 2 novos testes nucleares, o que preocupa dirigentes americanos, sul-coreanos e japoneses.

Enfim, em matéria de Protocolo de Estado, Trump, será recebido esta segunda-feira, pelo novo Imperador japonês, Naruhito.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.