Acesso ao principal conteúdo
França

Nova onda de calor em França

Em Paris, perante a forte onda de calor, não é invulgar ver habitantes e turistas refrescarem-se nas fontes.
Em Paris, perante a forte onda de calor, não é invulgar ver habitantes e turistas refrescarem-se nas fontes. @AFP

Uma nova onda de calor intenso está a abater-se sobre a França, menos de um mês depois de uma primeira canícula em finais de Junho. As temperaturas avizinham os 40 graus em boa parte do território, o pico da onda de calor devendo ser atingido esta Quinta-feira.

Publicidade

Desde ontem, a média das temperaturas tem chegado aos 40 graus e até ultrapassado esse patamar na zona oeste do país. Actualmente a quase totalidade da França está em alerta laranja, com excepção da Bretanha no noroeste e algumas localidades junto ao Mediterrâneo, sendo que vinte distritos, entre os quais a zona de Paris, estão em alerta vermelho, o grau de mobilização máxima, perante a subida vertiginosa das temperaturas que oscilam entre 36 e 42 graus.

Apesar de as autoridades preverem que não se atinja o Record absoluto de 46 graus ao que se chegou no sudeste de França no passado 28 de Junho, prevê-se que o pico de calor seja atingido amanhã com temperaturas acima dos 40 graus, em particular no nordeste do país, com 43 graus em certas localidades, ou seja um calor mais intenso do que nos piores dias da canícula de 2003 que custou a vida de 15 mil pessoas aqui em França.

Desde esse dramático episódio, as autoridades francesas têm estado de sobreaviso perante as ondas de calor que, segundo estudiosos, deveriam tornar-se a norma devido às mudanças climáticas.

Na anterior canícula do passado mês de Junho, foram anulados alguns eventos públicos em função do tempo e também do consequente pico de poluição atmosférica, as autoridades encarando aplicar o mesmo dispositivo nas próximas horas, pelo menos até ao fim-de-semana, altura em que se prevê uma descida das temperaturas com eventualidade de chuva. Mais pormenores aqui.

Refira-se que, paralelamente, recordes de calor estão igualmente a registar-se noutros países europeus. Na Itália, o alerta está no máximo em localidades do norte, nomeadamente Florença e Turim. Na Alemanha, espera-se 41 graus na zona de Colónia. No norte da Bélgica, onde se chegou praticamente aos 39 graus, o alerta vermelho foi activado até sexta-feira e na Holanda, também se chegou ao pico de 38,8 graus, temperatura nunca registada naquele país.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.