Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido

Confronto de Boris Johnson no Parlamento britânico sobre Brexit

Confronto no Parlamento britânico entre PM Boris Johnson e parlamentares sobre o Brexit
Confronto no Parlamento britânico entre PM Boris Johnson e parlamentares sobre o Brexit Tobias SCHWARZ / AFP

Os parlamentares britânicos retomam hoje os trabalhos, numa altura em que o campo daqueles que se opõem a um Brexit sem acordo dispõem de pouco tempo para fazer valer a sua posição antes da suspensão da sessão parlamentar no próximo dia 9 de Setembro durante 5 semanas, ou seja pouco antes de o Brexit ser implementado a partir do dia 31 de outubro.

Publicidade

O primeiro-ministro britânico tem hoje um confronto importante com o Parlamento e deputados do próprio partido Conservador, que vão tentar introduzir legislação para evitar um ‘Brexit’ sem acordo e adiar a saída por mais três meses, até 31 de janeiro.

Boris Johnson, defende que a ameaça de um Brexit a 31 de outubro tem mais hipóteses obter concessões da União Europeia para negociar alterações ao acordo de saída negociado por Theresa May.

Se perder hoje, o primeiro-ministro ameaça convocar eleições antecipadas. O problema é que não o pode decidir sozinho. 

Precisa de uma maioria de dois terços no parlamento e a ajuda do partido Trabalhista, que hoje disse que a prioridade está em evitar um ‘Brexit' sem acordo.

Menos de uma semana depois de ter anunciado uma suspensão do parlamento para tentar bloquear manobras da oposição, Boris Johnson está encurralado. 

Foi eleito com a promessa de concluir o Brexit e com o compromisso de não adiar mais a data de saída.

Mas hoje, tal como em março, o controlo do processo pode deixar de estar no governo e passar para o Parlamento. 

Bruno Manteigas, nosso correspondente, em Londres.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.