Acesso ao principal conteúdo
Afeganistão

Afegãos votaram na 1ª volta das presidenciais sob ameaças de ataques

Assembleia de voto em Jalalabad, sob forte dispositivo de segurança na primeira volta das eleições presidenciais no Afeganistão
Assembleia de voto em Jalalabad, sob forte dispositivo de segurança na primeira volta das eleições presidenciais no Afeganistão Reuters

Afeganistão, os afegãos votaram hoje na primeira volta das eleições presidenciais marcadas por ameaças de fraudes, abstenção e atentados dos talibans que fizeram hoje pelo menos 5 mortos e 37 feridos. Mas a campanha eleitoral ficou marcada por violência dos talibans que tinham ameaçado com atentados contra as assembleias de voto.

Publicidade

Os afegãos votaram hoje para escolherem o seu Presidente, num escrutínio que decorreu sob ameaças de fraudes, abstenção e atentados dos talibans, com pelo menos 5 mortos e 16 feridos na primeira volta deste sábado.

Neste escrutínio presidencial de duas voltas, há 18 candidatos a concorrer, mas na corrida há 2 deles que se destacam, o actual chefe de Estado, Ashraf Ghani e o seu primeiro-ministro, Abdullah Abdullah.

Os talibans tinham multiplicado advertências aos cerca de 9,6 milhões de eleitores para os dissuadir de irem votar, explicando-lhes, que os seus combatentes disparariam contra "mesas e assembleias de voto que recebem este espectáculo".

Afegãos tiveram campanha muito violenta

Mas por ora, o balanço dos ataques parece fraco em relação ao das eleições precedentes, mesmo se há poucas informações sobre o que se passa verdadeiramente nas diferentes partes do território afegão. 

Assim, uma explosão perto de uma assembleia de voto em Kandahar, no sul, fez 16 feridos esta manhã e uma outra em Jalalabad, no leste, fez 1 morto e 2 feridos. Houve igualmente vários outros ataques com granada ou com explosivos.

O balanço provisório desta tarde era ao todo de 5 mortos e 37 feridos. 

O ministério do Interior delarou ter disponibilizados cerca de 72.000 homens para garantir a segurança nos cerca de 5.000 mesas e assembleias de voto. 

A campanha eleitoral ficou marcada por um atentados que fez 20 mortos e mais de 100 pessoas morreram em ataques reivindidos pelos talibães.

Esta é a quarta eleição presidencial na história do Afeganistão, desde a primeira, em 2004.

Os resultados preliminares são esperados para 19 de outubro e definitivos para 7 de novembro.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.