Acesso ao principal conteúdo
Espanha

Prosseguem manifestações de protesto em Catalunha

Mais manifestações de separatistas em várias cidades da Catalunha, em Espanha
Mais manifestações de separatistas em várias cidades da Catalunha, em Espanha REUTERS/Juan Medina

Mais um dia de manifestações em várias cidades da Catalunha, protestando contra as recentes condenações a penas de prisão diversas de 9 independentistas pelo Supremo Tribunal espanhol. O dia ficou marcado por marchas pela liberdade que vão convergir-se para Barcelona.Também, Madrid, pediu de novo a Bruxelas a extradição do antigo presidente da Catalunha.

Publicidade

Após dois dias de manifestações, na região da Catalunha, no noredeste da Espanha, com confrontos entre manifestantes e forças da ordem, hoje, foram organizados mercados da liberdade.

São mercados da liberdade em 5 cidades catalãs, convergindo para a capital regional de Barcelona, onde decorrerá a greve geral de sexta-feira.

Estes desfiles bloquearam esta quarta-feira dezenas de kms de estradas e autoestradas criando engarrafamentos numa zona fundamental para a economia espanhola e ponto de passagem para o resto da Europa.

A marcha de Girona, com cerca de 10.000 participantes, foi a mais importante e simbólica, por tratar-se da cidade, onde, Carles Puigdemont, foi presidente da câmara municipal.

Justiça espanhola pede a Bruxelas extradição de Puidgemont

Puidgemont, presidiria depois a região até à sua destituição por Madrid, no seguimento da sua declaração de independência de 2017 e posterior fuga para a Bélgica.

Aliás, Bruxelas recebeu, um novo mandato de extradição de Puidgemont, pedido da justiça espanhola, que vai ser analisado, minuciosamente, declarou o ministério público belga.

De notar que este pedido vem no seguimento da recente condenação a penas diversas de prisão de 9 independentistas pelo Supremo Tribunal espanhol.

Uma condenação que está na origem destas manifestações de protesto dos separatistas da Catalunha.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.