Acesso ao principal conteúdo
Líbano

Líbano: Saad Hariri disposto a organizar eleições antecipadas

Saad Hariri, primeiro-ministro libanês.
Saad Hariri, primeiro-ministro libanês. REUTERS/Mohamed Azakir

Dezenas de milhares de libaneses manifestaram-se nas principais localidades, contra o regime e a grave crise económica que atinge o país. É um dos maiores protestos de sempre, isto apesar do primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri, ter anunciado reformas.

Publicidade

Quinto dia consecutivo de protestos. São as maiores manifestações no Líbano em cinco anos, e estenderam-se além de Beirute.

Os manifestantes manifestaram-se nas principais localidades, contra o regime e a grave crise económica que atinge o país.

Perante este cenário, Saad Hariri anunciou um orçamento 2020 sem impostos suplementares para a população, uma redução de 50% dos salários do Presidente, dos antigos presidentes, dos ministros e dos deputados, bem como novas taxas para os bancos.

O primeiro-ministro do Líbano acrescentou ainda que apoia os manifestantes que querem eleições antecipadas.

As últimas eleições, as legislativas, decorreram em Maio de 2018.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.