Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Líbano: "Com dificuldade de acesso a capitais, o país caiu numa crise"

Áudio 06:40
Manifestações levaram o primeiro-ministro Saad Hairiri a apresentar a demissão
Manifestações levaram o primeiro-ministro Saad Hairiri a apresentar a demissão ANWAR AMRO/ AFP

No Líbano, a vaga de protestos que começou em meados de outubro com o anúncio de um imposto sobre as chamadas do WhatsApp já levou à demissão do primeiro-ministro, Saad Hairiri, mas nem assim os manifestantes desistem.É que o alvo das manifestações não é apenas o Governo, como também todo o sistema político do país acusado de corrupção.Agora, cabe ao presidente, Michel Aoun, tomar a decisão se aceita ou não o pedido de renúncia, num país dividido em termos sectários, como nos explica Antonio Dias Farinha, especialista em países arabes.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.