Acesso ao principal conteúdo
Alemanha

Angela Merkel chanceler alemã visita campo de extermínio de Auschwitz

Chanceler alemã, Angela Merkel e primeiro ministro polaco, Mateusz Morawiecki, na visita ao campo de extermínio de judeus em Auschwitz na Polónia
Chanceler alemã, Angela Merkel e primeiro ministro polaco, Mateusz Morawiecki, na visita ao campo de extermínio de judeus em Auschwitz na Polónia REUTERS/Kacper Pempel

Por ocasião do décimo aniversário da fundação Auschwitz, a chanceler alemã, Angela Merkel efectuou hoje a sua primeira visita ao maior campo de extermínio de judeus em Auschwitz, na Polónia, onde rendeu homenagem às vitimas dos crimes alemães. Crimes que fazem parte da história alemã disse a chanceler alemã.

Publicidade

Vestida toda de preto, a chanceler alemã, Angela Merkel, visitou hoje pela primeira vez o campo de extermínio de judeus de Auschwitz, na Polónia, onde prestou homenagem às vitimas do nazismo e afirmou sentir uma profunda vergonha pelos crimes cometidos pelos alemães, crimes que fazem parte da história alemã.

"É importante nomear claramente os criminosos, nós, os alemães. Este lugar obriga-nos a ter presente na memória o que se passou.

Nós devemos lembrar-nos dos crimes que aqui foram cometidos, nomear os seus autores e render às vítimas uma homenagem digna, pois é uma responsabilidade que nunca tem fim.

Não é negociável e é inseparável do nosso país. Estar conscientes desta responsabilidade é uma parte da nossa identidade nacional."

O campo de Auschwitz foi construído e utilizado pelos nazis após a invasão da Polónia em 1939. O país tinha então a maior comunidade judaica da Europa com 3,2 milhões de pessoas.

Mais de 3 milhões foram exterminadas pelos nazis o que representa metade do balanço do holocausto. 

A visita da chanceler Merkel, coincidia com o 10° aniversário da Fundação Auschwitz.

Mais vale tarde do que nunca, mas esta visita da chanceler alemã, Angela Merkel, surge quando ela está de saída do governo, após 3 mandatos, à frente dos destinos da Alemanha.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.