Acesso ao principal conteúdo
Austrália

Artistas mobilizam-se para ajudar vítimas dos incêndios da Austrália

Centro de operações dos bombeiros que combatem incêndios da Austrália que vai contar com donativos de artistas
Centro de operações dos bombeiros que combatem incêndios da Austrália que vai contar com donativos de artistas RFI/Murielle Paradon

Personalidades do mundo desportivo, como a tenista Ashleigh Barty, depois dos artistas Nicole Kidman e Pink, mobilizam-se na recolha de fundos para as vítimas e os bombeiros dos incêndios na Austrália, que já provocaram 24 mortos e muitos estragos. Várias zonas do sudeste do país continuam às escuras e há muita poluíçao.

Publicidade

O dia de hoje em que caiu muita chuva na Austrália foi visto como uma dádiva depois de um sábado extremamente violento em matéria de incêndios no país nomeadamente nas zonas dos Estados de Victoria e Nova Gales do sul.

A capital Camberra foi hoje catapultada como a cidade mais poluída do mundo à frente de Nova Deli e Cabul, devido à fumaça provocada pelos últimos incêndios, enquanto as cidades balneárias da costa leste australiana ainda estão às escuras.

É neste quadro que desportistas, artistas de cinema e do mundo da música, tentam recolher fundos para ajudar as vítimas da Austrália e os corajosos bombeiros que vêm combatendo os incêndios, provocaram 24 mortos e muitos estragosno país. 

Milhões de doláres para vítimas e bombeiros da Austrália

A artista Celeste Barber, já conseguiu recolheu 25 milhões de dólares de várias partes do mundo e a número 1 do ténis, a australiana, Ashleigh Barty, anunciou que fará um donativo à Cruz Vermelha do dinheiro que ganhará no torneio de Brisbane para ajudar as vítimas e que rondará os 250.000 dólares.

A cantora americana Pink, anunciou ontem no Twitter que vai doar 500.000 dólares, montante equivalente àquele prometido pela actriz australiana Nicole Kidman.

A máquina está lançada para um grande movimento mundial de solidaridade, sabendo que só ontem centenas de propriedades foram destruídas. 

Milhões de australianos foram afectados no sudeste, a parte mais povoada da ilha-continente por esta catástrofe que as autoridades não conseguem controlar há vários meses.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.