Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Austrália debaixo de fogo

Vista satélite da Austrália
Vista satélite da Austrália nasa

O primeiro-ministro australiano convocou três mil militares na reserva para reforçar o combate aos incêndios que estão a devastar o país. As chamas já queimaram mais de cinco milhões de hectares de floresta.

Publicidade

A Austrália acordou com chuva, mas não a suficiente para ser uma ajuda para os bombeiros. Este fim-de-semana as temperaturas voltaram a subir e registaram-se ventos fortes. Foram batidos recordes de temperatura em vários locais. Os ventos começaram a mudar de direcção, indo agora de sudoeste, o que leva os incêndios para áreas até agora não afectadas.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, convocou três mil militares na reserva para reforçar o combate aos incêndios que estão a devastar o país. As chamas já queimaram uma área superior a metade de Portugal, mais de cinco milhões de hectares de floresta, alguma delas património da humanidade.

Austrália vai canalizar dois mil milhões de dólares australianos (1,2 mil milhões de euros) para a recuperação de áreas afectadas pelos incêndios, anunciou ainda o primeiro-ministro australiano.

Esta segunda-feira há registo de mais um morto em Nova Gales do Sul, o que faz subir para 24 as vítimas mortais causadas pelos fogos desde Setembro passado em todo o país. As chamas também vitimaram milhões de animais e levaram à evacuação das zonas mais afectadas.

A chefe de governo de Nova Gales do Sul, Gladys Berejiklian, adiantou que mais duas pessoas foram dadas como desaparecidas na região. As chamas também vitimaram milhões de animais e levaram à evacuação das zonas mais afectadas descreve Catarina Guedes Barroso, portuguesa residente em Sidney.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.