Acesso ao principal conteúdo
Economia/China/Estados Unidos

China e Estados Unidos procuram equilíbrio comercial

O  Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 03 de Janeiro  de 2020
O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 03 de Janeiro de 2020 JIM WATSON / AFP

As duas maiores potências económicas mundiais, Estados Unidos e China, vão assinar nesta quarta-feira uma trégua, na sua guerra comercial, contribuindo dessa forma para um alívio dos meios de negócios à escala mundial. Saliente-se que nas últimas semanas,o abrandamento da tensão comercial, entre norte-americanos e chineses, já tinha contribuído para estimular as bolsas de valores,no mundo inteiro.

Publicidade

Práticamente dois anos depois do início da guerra comercial entre Washington e Pequim, o estabelecimento de uma trégua, segundo observadores, poderá reforçar as hipóteses de reeleição do Presidente Donald Trump, não obstante o facto de centenas de mil milhões de dólares, em taxas alfandegárias sobre as importações chinesas, continuarem em vigor.

A primeira fase do acordo, que inclui a promessa da China incrementar as suas compras de cereais e de outras produtos americanos, ocorre numa altura em que Trump vai ser ouvido pelo Senado, no âmbito do processo de destituição que lhe foi instaurado pela Câmara dos Representantes, dominada pelos democratas.

Segundo o ministro das Finanças dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, a posição adoptada por Donald Trump nas negociações comerciais com a China, faz com que a aplicação completa do acordo, preveja o aumento das taxas alfandegárias por parte dos Estados Unidos, no caso da China não respeitar o novo pacto.

Todavia, as questões mais difíceis serão abordadas na segunda fase das negociações entre as administrações norte-americana e chinesa. De acordo com Mnuchin, na segunda fase negocial, serão discutidos problemas ainda por resolver.

Nesta primeira fase, os dirigentes chineses e americanos, concordaram também em salvaguardar os direitos de propriedade intelectual, bem como decidiram previram cláusulas sobre os serviços financeiros, as taxas de câmbio e mecanismos para resolver os litígios.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.