Acesso ao principal conteúdo
Política/Estados Unidos

Bernie Sanders vence no New Hampshire e apela a união

O Senador e candidato democrata à eleição presidencial americana, Bernie Sanders,acompanhado pela sua esposa Jane O’Meara Sanders e alguns parentes quando discursava para as primárias  no comício em Manchester,no New Hampshire.11de Fevereiro de 2020
O Senador e candidato democrata à eleição presidencial americana, Bernie Sanders,acompanhado pela sua esposa Jane O’Meara Sanders e alguns parentes quando discursava para as primárias no comício em Manchester,no New Hampshire.11de Fevereiro de 2020 REUTERS/Mike Segar

Nas primárias democratas americanas do New Hampshire confirmou-se o duelo entre o veterano social-democrata Bernie Sanders e o centrista Pete Buttigieg. Sanders venceu o escrutínio no pequeno estado americano com 26% dos votos contra 24% para Buttigieg. O senador do Vermont e o ex-edil de South Bend, no estado de Indiana, consolidam a sua corrida à investidura do Partido Democrata,que no New Hampshire registou a derrocada do antigo vice-presidente Joe Biden Este último ficou em quinto lugar na votação,atrás de Elizabeth Warren. A próxima etapa das primárias democratas terá lugar no estado de Nevada. Bernie Sanders considerou a sua vitória no New Hampshire, como um primeiro passo para a derrota de Donald Trump no mês de Novembro.

Publicidade

Ao obter respectivamente 26 e 24 por cento dos votos na primária do New Hampshire, depois do controverso escrutínio do Iowa, Bernie Sanders e Pete Buttigieg consolidam a sua posição na corrida à nomeação do candidato democrata, para a eleição presidencial americana de 3 de Novembro.

Os também veteranos, Joe Biden e Elizabeth Warren, que iniciaram a campanha como favoritos para enfrentar o republicano Donald Trump na eleição presidencial de 2020, foram os grandes vencidos da noite do New Hampshire.

Biden ficou em quinto lugar, atrás da senadora Elizabeth Warren, com apenas 8% dos votos. Amy Klobuchar que representa o Minnesotta no Senado americano, provocou a surpresa ao ser a terceira mais votada no New Hampshire.

Depois do "caucus" do New Hampshire, os nove candidatos em liça nas primárias democratas convergem as suas atenções para as etapas seguintes da campanha, que decorrerão no Nevada e na Carolina do Sul, a 22 e 29 de Fevereiro.

Dirigindo-se aos seus partidários após o triunfo no New Hampshire, Bernie Sanders realçou que o mais importante, é que no dia 3 de Novembro de 2020 o eleito seja um presidente democrata. Sanders sublinhou que a sua vitória representava o princípio do fim para Donald Trump.

"Permitam-me dizer-vos que esta vitória, significa o princípio do fim para Donald Trump. Com as vitórias do voto popular no Iowa e aqui, nós vamos ao Nevada e a Carolina do Sul,também para ganhar, nesses estados.

Esta noite, eu quero aproveitar a ocasião para expressar a minha estima e o meu respeito à todos os candidatos democratas contra os quais concorremos aqui.

E o que eu posso dizer, com a absoluta certeza, é que, eu o sei, estou aqui a falar em nome de todos os candidatos democratas. Seja qual for o vencedor, o mais importante, eu espero, é que sejamos nós. Nós vamos unir-nos e derrotar, o presidente mais perigoso da história moderna deste país. " (Bernie Sanders)

De acordo com os analistas que acompanham as primárias democratas, a disputa para a investidura do candidato democrata à eleição presidencial americana de 2020 será longa e imprevisível, mas futuramente o social-democrata Bernie Sanders tornar-se-á uma preocupação, para os que no seio do Partido Democrata pensam que a postura à esquerda do senador do Vermont, é uma desvantagem eleitoral frente a Donald Trump.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.